A edição de janeiro da revista italiana “L’uomo Vogue” trouxe um novo photoshoot e uma entrevista com o ator britânico Tom Holland, na qual ele confirma a sua participação no novo filme dos Vingadores. Confiram as scans e tradução abaixo:



07~5.jpg
06~5.jpg
05~5.jpg
04~7.jpg


O estúdio Pinewood, que fica a meia hora de distância da cidade de Atlanta, centro de negócios tecnológicos e cinematográficos, está entre os mais sofisticados do mundo e é também nosso local de encontro com o novo Homem-Aranha, de 20 anos de idade e britânico: Tom Holland. Sua formação em dança de rua e acrobacias foi uma das razões pelas quais, depois de dezenas de testes (batendo atores como Asa Butterfield, Judah Lewies e Charlie Plummer), ele acabou sendo escolhido para o papel de Peter Parker no novo filme do Homem-Aranha, ‘De Volta ao Lar’, que estreia em Julho. A interpretação que levou Tom Holland para Hollywood foi a do musical ‘Billy Elliot’, uma adaptação do filme homônimo estrelado por Jamie Bell.

“Eu sempre fui esportivo”, disse Holland, que gosta de malhar e de jogar golf, “mas me encontro atualmente vestindo o traje do Homem-Aranha graças a minha mãe, que, dentre os 4 filhos, me inscreveu em uma escola de dança acrobática. Admito que inicialmente eu não queria saber de dançar, mas minha mão teve determinação em não me deixar perder uma aula. Muitas pessoas me perguntam sobre o talento que herdei de meus pais. Minha mãe é uma fotógrafa e me ensinou a ser criativo; além disso, graças ao seu horário flexível, eu poderia sempre ir para várias audições. Meu pai (ator e escritor) me deu uma das qualidades mais importantes nesse trabalho: a capacidade de permanecer humilde e modesto. A sua cabeça nesse ambiente pode ser perigosa, especialmente quando reage ao sucesso: todos têm uma opinião sobre você, sobre o que você faz e como se comporta. Eu tenho muita sorte de fazer o que faço, mas também por ter o apoio de uma família como a minha. Mas, para ser honesto, há uma coisa que eu sou sortudo de não ter herdado de meus pais: seu estilo de dança. Eu vi como eles se moviam, são terríveis!” Quando souberam da audiência para o musical ‘Billy Elliot’, seus pais literalmente caíram na gargalhada. “Eles acharam que eu, com muito pouca experiência em dança, estava tentando conseguir um dos papeis mais cobiçados de todo o West End. Na verdade, eles caíram [na gargalhada] imediatamente ao ouvirem [a proposta], só porque eu não era um profissional de dança e me faltava técnica. Reação oposta do Stephen Daldry, que insistiu que o papel era meu: eu tinha vislumbres da capacidade de agir com instinto. De acordo com ele, o resto, incluindo o sapateado, eu seria capaz de aprender. E assim foi, ele me levou para quase dois anos de preparação para o papel e Stephen me ensinou tudo o que sei como ator. Até agora, ele é a pessoa mais importante na minha vida, é graças a ele que cheguei até aqui.”

Após a primeira grande chance no cinema com o filme ‘O Impossível’, estrelado por Ewan McGregor e Naomi Watts, pelo qual ganhou vários prêmios incluindo o de “Melhor Perfomance” no prestigiado ‘National Board of Review’, Tom Holland foi escolhido por Kevin Macdonald para ‘Minha Nova Vida’, contracenando com Saoirse Ronan, e logo depois por Ron Howard em ‘No Coração do Mar’, com Chris Hemsworth. “Naquele momento, eu estava convencido de que estava vivendo um sonho. Chris se tornou meu verdadeiro mentor, prodígio em conselhos sobre tudo, incluindo em como interpretar e viver.”

A aprovação para o papel do Homem-Aranha também veio pessoalmente de Robert Downey Jr. e Chris Evans. “Foram eles que convenceram a Marvel: os produtores queriam ter certeza de que eu era a pessoa certa antes de me confiar três filmes ao longo dos próximos quatros anos, incluindo ‘Avengers: Infinity War’.”

Um de seus sonhos é trabalhar com o diretor Denis Villeneuve. “Depois dos filmes de Jason Bourne e James Bond, filmes que adoro,  ‘Os Suspeitos’ é um dos meus favoritos, eu aceitaria trabalhar com o Denis de olhos fechados. Eu amo filmes de ação onde se performa, sim, mas também [a parte de] saltar de um edifício para o outro. Eu não tenho medo de nada… exceto aranhas. Mas isso você não pode contar para ninguém.”




English:


The Pinewood Studios, located half an hour away from Atlanta, Center of technological and film business, is among the most sophisticated in the world and is our meeting place with the new Spider-Man, the 20 year old British: Tom Holland. His street dancing and acrobatics training was one of the reasons why, after dozens of auditions (beating actors like Asa Butterfield, Judah Lewies and Charlie Plummer), he ended up being chosen for the role of Peter Parker in the new Spider-Man movie, ‘Homecoming’, which premieres in July. The role that brought Tom Holland to Hollywood was the one from the ‘Billy Elliot the Musical’, an adaption of the eponymous movie starring Jamie Bell.

“I’ve always been into sports”, says Holland, who likes working out and playing golf, “but I currently find myself wearing the Spider-Man suit, thanks to my mum, who, among the 4 kids, signed me up in an Acrobatic Dances School. I admit I wasn’t interested in dancing at first, but my mum was determined not to let me miss a class. A lot of people ask me about what talent I got from my parents. My mum is a photographer and taught me how to be creative; besides, thanks to her flexible schedule, I could always go to lots of auditions. My dad (actor and writer) gave me one of the most important qualities in this job: the capacity to stay humble and modest. Your head can be dangerous in this environment, especially when reacting to success: everyone has an opinion about you, about what you do and how you behave. I’m very lucky to do what I do, but also to have the support of a family like mine. But, to be honest, there’s something I’m lucky I did not get from my parents: their dancing. I’ve seen how they move, they’re terrible!” When they heard about the audition for the Billy Elliot the Musical, his parents literally bursted into laughter. “They thought that I, with very little experience in dance, was trying to get one of the most coveted roles of all the West End. In fact, they bursted (into laughter) immediately when they heard it (the proposal), just because I wasn’t a professional dancer and I didn’t have much technique. Opposite reaction from Stephen Daldry, who insisted the role was mine: I had glimpses of the ability to act with instinct. According to him, the rest, including the tap dance, I’d be able to learn. And that’s what happened, it took me almost two years to prepare for the role and Stephen taught me everything I know as an actor. So far, he’s the most important person in my life, he got me here.”

After the first big break in the movies with the film ‘The Impossible’, starring Ewan McGregor and Naomi Watts, for which he won many awards including “Best Performance” in the prestigious ‘National Board of Review’, Tom Holland was chosen by Kevin Macdonald for ‘How I Live Now’, acting alongside Saoirse Ronan, and right after by Ron Howard for ‘In The Heart Of The Sea’, with Chris Hemsworth. “In that moment, I was convinced I was living a dream. Chris became my true mentor, a source of advice for everything, acting and life included.”

The approval for the role of Spider-Man also came from Robert Downey Jr. and Chris Evans personally. “It is they who convinced Marvel: the producers wanted to be sure that I was the right person before you entrust three films over the next four years, including ‘Avengers: Infinity War’.”

One of his biggest dreams is to work with director Denis Villeneuve. “Besides Jason Bourne and James Bond, which I love, ‘Prisoners’ is one of my favorites, I’d accept (working with Denis) with my eyes closed. I love action movies where you perform, yes, but also (the part of) jumping from a building to another. I’m not scared of anything… except spiders. But that you can’t tell anyone.”




Tradução: Tom Holland Brasil.
Não repassem sem os devidos créditos.